08 dezembro, 2005

O amor é fodido

O amor é fodido. Hei-de acreditar sempre nisto. Onde quer que haja amor, ele acabará, mais tarde ou mais cedo, por ser fodido.
Porque é que fodemos o amor?
Porque não resistimos. É do mal que nos faz. Parece estar mesmo a pedir. De resto, ninguém suporta viver um amor que não esteja pelo menos parcialmente fodido. Tem que haver escombros. Tem que haver esperança. Tem que haver progresso para pior e desejo de regresso a um tempo mais feliz. Um amor só um bocado fodido pode ser a coisa mais bonita deste mundo.
O nosso amor já está fodido há muito tempo. Ela não acredita em nada do que eu digo, mesmo quando eu não digo nada...

2 Segredaram:

Dulcineia disse...

Xiii...
Lembrei-me daquele livro do Miguel Esteves Cardoso!
Comprei-o há muitos anos...
Na altura a minha mãe perguntou-me,"que raio de livro é esse?".

Soph!a disse...

Parabéns!! Tens aqui um belo blog!!!

Serei uma visita...